Informações Importantes quanto as Doenças Renais

Você sabia?

  • A grande maioria dos casos de doenças renais não tem cura.
  • Quando a pessoa chega no estágio terminal da doença renal crônica, só há duas opções de tratamento: diálise e transplante renal.
  • O transplante renal é o melhor tratamento, mas sua duração é limitada, em média 10 a 15 anos.
  • Quando o rim transplantado não funciona mais, o paciente volta para a diálise até que possa fazer um novo transplante. Nesse período, novamente irá necessitar de muitas medicações e de seguimento médico cuidadoso e sistemático.
  • Os rins deixam de produzir vários hormônios que ajudam a regular a pressão arterial, hormônios que estimulam a produção de glóbulos vermelhos e que controlam o metabolismo ósseo. A diálise isoladamente não oferece a reposição destes hormônios, motivo pelo qual os pacientes frequentemente precisam tomar medicamentos para controlar estes problemas.
  • Durante a sessão de hemodiálise são comuns câimbras e queda rápida da pressão arterial (hipotensão). Isso acontece, principalmente, em consequência das mudanças rápidas no equilíbrio dos líquidos e do sódio. A hipotensão pode causar fraqueza, tonturas, enjoos ou mesmo vômitos. O início do tratamento pode ser um pouco mais difícil, pois, nesta fase, o corpo ainda não está adaptado.
  • Geralmente as sessões de hemodiálise são feitas três vezes por semana, com duração de quatro horas.

  • Social Slider

  • AJUDE o ICRIM